quinta-feira, 11 de junho de 2015

Os Reptilianos, os Illuminati e o Governo Oculto segundo o Espiritismo



Os Illuminati, Reptilianos e Governo Oculto

O termo Illuminati tem sido empregado especificamente para referir-se aos Illuminati da Baviera, uma sociedade secreta da era do Iluminismo fundada em 1 de maio de 1776 por Adm Weishaupt e mais quatro membros. Nos tempos modernos, também é usado para se referir a uma suposta organização conspiracional que controlaria os assuntos mundiais secretamente, normalmente como versão moderna ou como continuação dos Illuminati bávaros. O termo Illuminati é geralmente empregado como sinônimo de Nova Ordem Mundial, Muitos teóricos da conspiração acreditam que os Illuminati são os cérebros por trás dos acontecimentos que levarão ao estabelecimento de uma tal Nova Ordem Mundial, com os objetivos primários de unir o mundo numa única regência. Alguns religiosos baseados em algumas profecias bíblicas os consideram adoradores do diabo.  Teorias paralelas acreditam que existe uma linha de descendência de sangue que controlam o mundo desde a época do imperadores babilônios, que foi se transmitida para os faraós Egípcios, para os líderes da Grécia antiga, que deram origem a imperadores romanos, dos quais nomes como: Alexandre o Grande, chegando a Napoleão e Hitler entre outros. Hoje essas descendências de sangue, também conhecidas como Blood lines dividem-se em 300 famílias, onde o topo dos Illuminati é composto por 13 delas. Os Illuminati organizam-se em pirâmide de 13 famílias Reais, originalmente estas 13 famílias dividiam o poder, mas hoje a família Crown lidera as 13, por ser a família que controla metade do dinheiro do mundo através dos bancos. Membros das lideranças dessas famílias fazem parte do clube Bildeberg, organização de elite, fundada em 1954, onde todos os anos  existem reuniões secretas não oficiais, não divulgadas pela imprensa. A participação nessas reuniões é restrita a um número de 130  convidados, muitos dos quais são personalidades influentes no mundo empresarial, acadêmico, mediático ou político. Nessas confrarias, planejam estratégias ligadas a chamada Nova Ordem Mundial. O grupo influência certas organizações como Banco central Europeu, Banco mundial, Nato e outras. Bill Clinton, Tony Blair, a realeza britânica supostamente pertencem ao grupo.  Devido ao fato das discussões entre as personalidades públicas oficiais e líderes empresariais (além de outros) não serem registradas, estes encontros anuais são alvo de muitas críticas (por passar por cima do processo democrático de discussão de temas sociais aberta e publicamente) e de inúmeras teorias da conspiração. Essse grupo de elite se encontra anualmente em hotéis cinco estrelas reservados espalhados pelo mundo, geralmente na Europa, embora algumas vezes tenha ocorrido no Estados Unidos e Canadá. Existe um escritório em Leiden, nos Países Baixos. De alguma forma, a Teoria da Conspiração os vinculam aos reptilianos o qual iremos tentar explicar o porque disso tudo. 

Segundo Karen  Hudes, uma ex-executiva do Banco Mundial, alienígenas de cabeça alongada e inteligência excepcional controlam o Vaticano e a economia mundial. Muitos conhecem a típica teoria conspiratória em torno do domínio extraterrestre sobre nosso planeta, mas quando esta ideia parte de uma pessoa prestigiada, que já ocupou um cargo de importância mundial, é de se esperar uma considerável repercussão. E foi justamente isso o que aconteceu após uma recente entrevista de Hudes, que está disponível no Youtube. “Criaturas não humanas, de cabeça alongada e com QI 150, controlam o Vaticano e os bancos do de todo o mundo”, respondeu Hudes, sem hesitar, diante da pergunta do seu interlocutor sobre quem estaria controlando o mundo. De acordo com sua declaração, esses seres estão no poder há muito tempo. “Não são da raça humana. Eles se chamam Homo Capensis. Estiveram na Terra, ao lado da Humanidade, antes da Idade do Gelo”, disse a ex-executiva, calmamente. Para fundamentar sua ideia, ela citou o caso de alguns objetos encontrados com faraós egípcios, usados em suas cabeças, e os enigmáticos crânios peruanosKaren Hudes ainda afirmou que todo maçom que chega ao grau 33 descobre que Moisés e Akenaton eram o mesmo ser, e que, na verdade, Moisés era um Homo capensis. Segundo Karen, há provas em DNA da existência desses seres, o que poderia ser confirmado pelos recentes estudos dos crânios alongados do Peru, que demonstraram material genético desconhecido, não encontrado em humanos. Ela ainda os vincula a Atlântida e aos Nephelins citados no Gênesis da Bíblia. O currículo de Hudes inclui um bacharelado em Direito pela Universidade de Yale e economia pela Universidade de Amsterdã. Ela trabalhou no Export-Import Bank dos Estados Unidos e, depois, no Departamento Jurídico do Banco Mundial, onde virou uma assessora de alto escalão. Nos estudos de ufologia ou mesmo nos programas exaustivamente exibidos no Discovery History ou mesmo nas ideias de Daniken fala-se muito em manipulação genética e muitos ufólogos fundamentam-se na passagem bíblica descrita na Gênesis cap. 6,  vers. 1 a 4, onde os chamados filhos dos deuses tiveram relações sexuais com mulheres humanas e dessas relações nasceram os chamados nephelins, que vieram a ser os gigantes da antiguidade. Para as chamadas Teorias da conspiração, essas afirmativas associam essa geração descrita na bíblia diretamente a teoria de Hudes. De outra forma, sabemos que os crânios alongados encontrados no Peru davam-se artificialmente, muito embora sejamos honestos, pois os motivos que os levaram a alonga-los são ainda desconhecidos. Porém eles definitivamente não são extraterrestres. Já  Akenaton possuía a doença de Kohler que geneticamente passou para seu filho, Tutancâmon, por isso a deformidade verificada em seu crânio. Outro contra censo de Karen Hudes é o de afirmar que Moisés e Akenaton sejam a mesma pessoa e por conseguinte vinculá-los a esses seres controladores do mundo.  Sabemos pela Bíblia, que Moisés teve papel preponderante sob o aspecto religioso renunciando a sua própria riqueza em benefício dos mais necessitados o povo hebreu. Foi citado várias vezes por Jesus como um parâmetro e considerado um grande legislador. Por outro lado, Akenaton tentou suprimir o panteon dos deuses egípcios, instituindo o culto a um único de Deus. De forma, que essas revelações que os associam Moisés e Akenaton a esses seres são totalmente sem nexo e descabidas. Ambos pensavam e agiam para exaltar a espiritualidade da humanidade. Por outro lado,  muitos que levantam certos pensamentos e teorias, não conhecem nada sobre a reencarnação, vida no mundo espiritual, entre outros. Os processos ligados a reencarnação são sem sombra de dúvidas direcionados por espíritos do bem, de forma que entidades paralelas não teriam esse controle, pois todo corpo necessita de um espirito, dessa forma, essa sequência de um domínio milenar de uma raça ou mesmo de famílias ao longo das eras, como atestam alguns adeptos das teorias da  conspiração não se sustenta.




 A vida é um processo de evolução que hora acontece no mundo material e hora acontece no mundo espiritual. Todos os espíritos serão responsabilizados pelos seus atos e a programação para uma próxima encarnação será sempre com o intuito de propiciar a evolução do ser e de seus pares em qualquer planeta. Com relação as famílias ricas ou ao chamado clube Bilderberg ou mesmo clube de Roma, todos que possuem propriedades , fortuna,  desejam preservá-las e desejam passá-las para seus descendentes, isso é natural, pois acontece em todos os níveis da nossa sociedade e não é nenhum pecado. Muitos acreditam que uma forma de continuidade da riqueza se consolide através do casamento. Porém mudanças acontecem ao longo dos tempos e fatores que não controlamos mudam situações que pareciam imutáveis, revendo a história das civilizações verificamos nitidamente essa mudança. Suméria, Babilônia, Grécia, Egito, Roma, Portugal, Espanha, entre outros. Voltemos a riqueza, Jesus falou sobre muitos pontos quando esteve na Terra, teve amigos ricos como José de Arimatéia e Jaqueu. Ainda sobre o trabalho e a multiplicação dos bens, temos a parábola dos talentos Mateus 25, 14 a 30. Bem uns dirão mais eles os chamados illuminatis, manipulam guerras e toda a sorte de movimentos com o intuito de se beneficiar financeiramente dessas ações. Bem isso já outro caso, e se verdade, certamente será reajustado seja nessa mesma encarnação e no mundo espiritual ou numa sequente encarnação. Com relação a divulgação de algumas informações ou mesmo sobre a pauta dessas reuniões desses grupos, todos que trabalham e ocupam cargos de maior importância é quase uma regra que existe uma censura e que algumas informações não podem ser passadas diretamente. A esse respeito Jesus disse aos apóstolos que a eles falava e explicava as verdades do mundo espiritual diretamente e ao povo falava em Parábolas, simplesmente porque não suportaram a verdade (Mateus 13, 10 a 17). O grande problema não é a riqueza, mas a forma como é utilizada.



Reptilianos ou Espíritos Inferiores

Os Reptilianos, como o próprio nome diz, são humanoides com aspectos répteis muito mais evoluídos que nós , sua estatura varia de 1,80 m até 2,40 m. Segundo o estudioso no assunto John Rhodes, a origem desses seres é explicada por três teorias distintas, e provavelmente complementares a saber:

1) Extraterrestres (ET's): Seres de outro planeta ou mesmo como alguns apregoam dos sistema estelar de Draço (Dragão) e que há milhares de anos vem se deslocando pelo o Universo à procura de planetas o qual possam extrair água, minérios e até escravos. 

2) Intraterrestres (IT's): Seres provenientes da Terra que evoluíram naturalmente e que residem em Cavernas intraterrenas, cidades subterrâneas, ou até bases subaquáticas. Provavelmente são seres evoluídos dos dinossauros que se esconderam debaixo da Terra após o grande meteoro que destruiu boa parte da vida na superfície terrestre. 

3) Intradimensionais (ID's): Entidades que existem no nosso mesmo espaço, mas em níveis vibracionais diferentes. Em uma linguagem mais básica quando encarnados  pertencemos mais a terceira dimensão vibracional, já os espíritos e os chamados reptilianos dessa teoria diga-se de passagem, pertenceriam a quarta dimensão.


Resultado de imagem para reptilianos na antiguidade

Reptilianos - representação artística


 Na realidade somos também seres interdimensionais, pois nosso espírito pertence a chamada quarta dimensão e nosso corpo pertence a terceira. Segundo essas teorias os chamados reptilianos não querem que evoluamos para a quarta dimensão, ou seja, que tenhamos uma vivencia mais espiritual. Para saber ainda mais a respeito das teorias a respeito da origem desses seres, voltemos um pouco mais na história das civilizações terrenas. Alguns fazem um link com a os Anunakis e também com os nephelins citados na Bíblia em Gênesis cap. 6 , vers. 1 a 4. Segundo alguns defensores dessa teoria os  Anunakis e os Reptilianos são também muitas vezes associados ao seres de Sangue Real como os próprios reis Merovíngeos e mais recentemente aos Iluminatis , aos integrantes dos Clubes de Roma e Bildeberg , Maçonaria, entre outros. 


Escultura antiga Suméria - Anunaki

Na realidade, contos, lendas, mitologias e o simbolismo sobre uma "raça serpente" em culturas antigas são simplesmente intermináveis encontram-se desde a Suméria, Babilônia, Egito, Grécia, Índia, Sociedades das Américas como os Maias, Astecas e Incas como também nas culturas asiáticas onde verificamos que adoração de dragões e serpentes. Alguns imperadores chineses para justificar a sua origem "divina" diziam ser descendentes diretos de uma linhagem de dragões. A Bíblia por seu turno,  também de certa forma, pode, a vista de alguns fazer essa associação a "seres serpentes" através da passagem descrita em Gênesis cap. 3 , vers;  1 a 24, em que a serpente considerada por muitos como Lúcifer o anjo caído, induz  Eva a comer do fruto chamado proibido. 


Por outro lado, alguns pesquisadores do oculto e do tema dos reptilianos por vezes enveredam pela interpretação negativa do papel da serpente, mas é preciso perceber que o símbolo dentro da tradição judaico-cristã não se reduz a isto, tendo aliás muitas alusões positivas. Desta feita, a  serpente ou cobra como queiram foi utilizada por Deus, segundo a Bíblia para demonstrar o seu poder através dos cajados de Moisés e Arão (Êxodo, cap. 4, vs 3 e 4)e (Êxodo cap. 7, vs. 10 a 12). Entre outras o cajado cobra é utilizado para trazer as pragas para os egípcios, tirar água da rocha e abrir o mar Vermelho(ou mar de juncos), e ainda é um objeto tão sagrado que foi colocado na Arca da Aliança. Além disso, Moisés levantou um mastro ou coluna com uma serpente de bronze enroscada com a finalidade de cura.(Números cap. 21, v.9).


Resultado de imagem para moises e a serpente


Verificamos também que o título de Nazareno dado a Jesus, relaciona-se intimamente com nacash, a palavra hebraica para serpente, proveniente da raiz NHSH. Essa raiz faz alusão a serpente como portadora da sabedoria e da iluminação.



 Para elucidar esse raciocínio e as conclusões óbvias referente a teoria errônea das conexões reptilianas,  vemos o próprio Mestre Jesus séculos mais tarde encontrando-se com o espírito Moisés no monte Tabor  um dos que mais utilizaram do símbolo da serpente nos tempos antigos. (Mateus cap. 17, v.2 ). 


Resultado de imagem para desenhos npassagens biblicas segundo espiritismo

É preciso considerar também que, por exemplo, na tradição gnóstica e na hindu a serpente assume a forma da energia que promove o despertar da consciência humana: a energia sexual transmutada, chamada na Ioga de Kundalini. Terminando esse assunto, não devemos esquecer que a serpente é o símbolo da medicina é representado pelo Bastão de Asclépio (ou Esculápio), o qual consiste em um bastão, varinha ou haste com uma cobra entrelaçada.


Resultado de imagem para simbolo da medicina


Continuando nossas considerações, David Icke, um dos maiores entendidos a respeito dos chamados reptilianos, relata que estas linhagens híbridas reptilianas-humanas posteriormente, se tornaram os governantes políticos e econômicos das terras ocupadas pelos impérios europeus e pessoas com este sangue continuam governando esses países ainda hoje. Os Estados Unidos da América, por exemplo, teria sido o lar de centenas de milhões de pessoas hibridas-reptilianas desde 1776 (Data da fundação dos Illuminati). Dentre essas pessoas/seres, estão as famílias Rothschilds, Rockefellers, a realeza britânica por exemplo. Muitos acreditam que essas famílias dominantes sejam as mandantes da “Illuminati” , sendo manipuladas pelos Reptilianos ou em outros casos são os próprios disfarçados. Pesquisando na Internet verificamos que muitos chamam de reptilianos todas aqueles pessoas que fazem sucesso ou possuem cargos de relevância no Planeta. Existe ainda aquelas pessoas que afirmam ter "Alma reptiliana" e que são a encarnação na terra dessa raça. Esses que se dizem reptilianos, sendo naturalmente mais evoluídos ao ponto de recordarem perfeitamente de sua suposta origem extraplanetária poderiam perfeitamente nos ajudar fornecendo informações mais precisas sobre alguns assuntos ligados a astrofísica e tecnologia, porém isso de fato nunca acontece. Ainda segundo o Sr,  Icke, os reptilianos são seres extra-terrenos que dominam o mundo, utilizando-se de frequências distintas de nossa realidade, aprisionando-nos em nós mesmos, impedindo-nos de certo modo de nos manter conectados à realidade. Implantam o medo, dissociam nossas mentes, reprogramando os fragmentos, através de diversos canais disponíveis na sociedade como mídia, consumo, mensagens subliminares, objetivando  a implantação da Nova Ordem Mundial. Estão disfarçados de humanos, e bebem o sangue dos humanos para se manterem (Drácula, Draco – uma espécie de réptil). Outro entendido do assunto, mas certamente desconhecedor da literatura espírita assim como Icke, é o escritor e pesquisador R.A. Boulay tem extensivamente analisado uma variedade de fontes históricas e alega a existência de evidências suficientes para dar apoio à conclusão de que uma raça antiga de alienígenas habitou a Terra e teve um enorme papel na criação da raça humana. Alguns depoimentos pontuais como de ex-militar Thomas Castello e Willian Hamilton um oviniólogo alegam que eles trabalham com humanos na Base de Dulce.  Linda Moulton Howe, uma investigadora jornalista e pesquisadora de Ovnis, bastante conhecida pelas suas frequentes aparições nos programas do History sobre o tema, entrevistou um “abduzido” chamado Jim Sparx, o qual declarou ter se encontrado com alguns Reptilianos originários da Terra. De acordo com Sparx, Reptilianos da Terra possuem sua própria cultura e têm interagido com a humanidade por milhares de anos consideram nossa raça primitiva e possuem  acordos secretos com governos de todo o mundo. Desta forma, podemos concluir que os Reptilianos originários daqui estariam envolvidos em atividades, tais como a manipulação das elites humanas e instituições financeiras, influenciando os sistemas de crença religiosa, o militarismo, e alterando a história da civilização humana. Os problemas sistêmicos globais para com que estes Reptilianos contribuem incluem: abusos acobertados dos direitos humanos, corrupção e domínio das elites, controle da mídia e das corporações, dogma religioso para causar desarmonia, amnésia histórica e a cultura da violência, ou seja tudo aquilo que se refere-se ao arquétipo da ignorância e dos instintos mais hediondos são atribuídos aos reptilianos. Quanto dentro desse raciocínio ainda possuímos desses atributos ? De qualquer forma, procuramos sintetizar as informações afim de análise, porém na  Internet/Youtube, existem mais informações para aqueles que queiram se aprofundar ou mesmo detalhar sobre o assunto. Na literatura Espírita encontramos diversas referências a essas dragões que seriam quase que com total certeza os chamados reptilianos referidos nas abduções. Na realidade são entidades espirituais recalcitrantes no mal, porém seres humanos como nós que viveram na Terra encarnados, que hora desencarnados habitam o mundo espiritual na região chamadas trevas ou umbral. 




Em parte David Icke está certo por dizer que são seres interdimensionais, porém são espíritos humanos. Com relação a aparência muitos espíritos podem assumir forma diferenciada reestruturando o perispírito de forma a confundir os espíritos encarnados. Assim como colocamos uma fantasia e iludimos alguém mais desavisado eles utilizam desse estratagema para nos ludibriarem e faze-nos pensar e acreditar em suas ilusões. Além do mais sabemos que a tipologia extraterrestre é vasta, pois essa tipologia se dá em virtude dos relatos das pessoas que tiveram contato com esses seres e assim os descrevem. 



Portanto nada de surpreendente se um ser extraterrestre apresentar uma aparência reptiliana. Em nossos artigos que na realidade são capítulos de nossos livros desmembrados, já evidenciamos nesse mesmo blog algumas descrições de extraterrestres por espíritos através da mediunidade de Chico Xavier os quais apresentam biótipo bastante diferenciado do ser humano. O próprio codificador do espiritismo Alan Kardec fala dessa possível diversidade no universo. Vejamos agora algumas passagens nas quais verificamos a influência e intervenção de entidades espirituais trevosas que vivem nas camadas vibratórias mais densas do planeta Terra que são chamadas erroneamente de Reptilianos. 



O Espírito Emmanuel, em Roteiro, Ed. Feb, pág. 33, relata:“ Os anjos caídos não passam de grandes gênios intelectualizados com estreita capacidade de sentir. Apaixonados, guardam a faculdade de alterar a expressão que lhes é própria, fascinando e vampirizando nos reinos inferiores da natureza.” O Espírito Áureo em “Universo e Vida”, págs. 93 e 94, Ed. Feb., nos dá algumas explicações a respeito do poder das trevas, as quais bastante esclarecedoras e que podem fornecer talvez algumas explicações para determinados fenômenos ou acontecimentos com relação ao fenômeno Ovni , os quais transcrevemos para maiores apreciações:

Espantam-se alguns companheiros de aprendizado com demonstrações de força do poder das Trevas, capaz de organizar verdadeiros impériosem zonas umbralinas e nas regiões subcrostais, de onde consegue atuar organizada e maleficamente sobre pessoas e instituições na Crosta da Terra. O espanto, porém, é descabido, não só por motivos de boa lógica, mais igualmente, por motivos de ordem técnica. Por mais intelectualizados que possam ser os gênios do mal, e por mais sofisticados que sejam os seus recursos tecnológicos, não podem eles, nunca puderam e jamais poderão afrontar a sabedoria e o Poder do Cristo e seus grandes mensageiros, que controlam, com absoluta segurança , todos os fenômenos ocorrentes no planeta e no sistema de que este é parte.Tudo o que as inteligências rebeladas podem fazer é rigorosamente condicionado aos limites da justiça e tolerância que o Governo da Vida estabelece, no interesse do sumo bem.É fora de dúvida que os “Dragões”e seus agentes possuem ciência e tecnologia muito superiores às dos homens encarnados, e, sempre que podem , as utilizam. Entretanto, os Poderes Celestes sabem mais e podem mais do que eles.A treva pode organizar, e organiza, infernos de vasta aterrorizadora expressão; contudo, sempre que semelhantes quistos ameaçam e estabilidade planetária, a intervenção superior lhes promove desintegração. Os “demônios”, que se arrogam os títulos de “juizes, e que há muitíssimo tempo utilizam, em larga escala, processos e instrumentais de desintegração que a mais moderna ficção científica dos encarnados ainda sequer imagina, realmente conhecem muito mais do que os homens sobre a estrutura dinâmica os átomos e das partículas elementares. Eles sabem consideravelmente mais do que os cientistas e pesquisadores terreno acerca de muito mais coisas do que a massa, carga, spin, número barônico, estranheza e vida média de lambdas, sigmas, csis, ômegas, etc., e conseguem verdadeiros “milagres”tecnológicos, a partir de seus conhecimentos práticos avançados sobre ressonâncias e recorrências, usando com mestria léptons, mésons e bárions, além de outras partículas, como o gráviton, que o engenho humano experimentalmente desconhece.Apesar disso, os operadores celestes não somente varrem, com freqüência, o lixo de saturação que infecta demasiado perigosamente certas regiões do Espaço, aniquilando-o através de interações de partículas com antipartículas atômicas, como se valem de outros recursos, infinitamente mais poderosos, rápidos e decisivos, para além de toda as forças eletromagnéticas e físico-químicas ao alcance das Trevas. Também a capacidade de destruição do homem encarnado permanece sob o rigoroso controle do poder celeste. A energia produzida pelas reações nucleares, que os belicistas da Crosta já conseguem utilizar, não vai além de um centésimo de massa total  dos reagentes. Eles sabem que o encontro de um pósitron com um elétron de carga negativa resulta na total destruição de ambos, pela transformação de suas massas em dois fótons de altíssima energia. Entretanto, não conseguem pósitrons naturais para essa reações e não são capazes ainda de produzi-los se não à custa de um dispêndio energético praticamente insuportável. Assim, as Trevas podem realmente assustar-nos e ferir-nos, sempre que nossos erros voluntários nos colocam ao alcance de sua maldade. Basta, porém que nossa opacidade reflita um único raio do Amor Divino, para que nenhuma força maligna possa exercer sobre nós qualquer poder.”


           
O  Espírito André Luiz em “Libertação”, pág. 103, comenta sobre os “Dragões”  ao tempo que  explica em nota o seguinte:

“Espíritos caídos no mal desde eras primevas da Criação Planetária, e que operam em zonas inferiores da vida, personificando líderes de rebelião, ódio, vaidade e egoísmo; não são, todavia, demônios eternos, porque individualmente se transformam para o bem, no curso dos ‘séculos, qual acontece ao próprios homens.”






            Já em “Voltei” psicografia de Francisco Cândido Xavier, pág. 75, o Espírito Jacob, narra seu colóquio com o irmão Andrade ,  na pág. 75, referindo-se também aos  Dragões”, vejamos:

 Salientou que a esfera próxima do homem comum, em razão disso, é povoada por verdadeira aluvião de seres estranhos, caprichosos e muitas vezes ferozes. Chegou mesmo a dizer que inúmeros sábios da espiritualidade superior classificam semelhante região de “império dos dragões do mal”. Rememorei a leitura de páginas mediúnicas vindas ao seu conhecimento antes da morte e o companheiro dedicado confirmou-as, declarando que a zona em que viajávamos constituía  realmente umbral vastíssimo, entre a residência dos irmãos encarnados e os círculos vizinhos.” (Voltei, Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito irmão Jacob, pág. 75, Ed. FEB.)


            Na Bíblia em Filipenses cap. 6 v.12, Paulo refere-se aos “anjos decaídos” desta forma: ”Pois não é contra os homens de carne e sangue, que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes desse mundo tenebrosocontra as forças espiritual do mal, espalhadas pelos ares.”

Ainda a respeito dos chamados reptilianos (do mal, pois existem os do bem) verificamos em nossas pesquisas que a imensa maioria dos relatos a esses seres são observados através de regressão hipnótica nas quais os supostos abduzidos são submetidos em estado alterado da consciência. Não digo todos, porém muitos hipnólogos podem interferir no processo ao ponto de conduzirem as revelações afim de justificarem essas teorias ou mesmo suas próprias crenças. Sabemos por pesquisas que os relatos sobre esses seres estão sempre ligados a um contado no plano da quarta dimensão ou como queiram o mundo espiritual. Não é usual nos relatos da ufologia contatados identificarem um Ovni a esses seres. Geralmente ou sempre eles se manifestam em sonhos e por hipnose essas supostas memórias são resgatadas. Um dos raros casos de seres com essa tipologia associados a ovnis se passou na Itália, onde um segurança provado de nome Zanfretta em 6 de dezembro de 1978, quando estava fazendo a sua ronda, viu quatro luzes vindo em direção à casa que ele estava guardando. Aproximando-se das luzes com a pistola, ele viu que os invasores tinham três metros de altura, pele verde, e aspecto reptiliano com picos que se estendiam a partir das suas cabeças. Ele afirmou que os alienígenas então pareceram atingi-lo com algum tipo de raio. Ele correu para longe, pediu ajuda pelo rádio, e , em seguida, interrompeu o contato, tendo sido encontrado por uma patrulha de segurança mais tarde. Quando ele viu os outros guardas, ele apontou a arma para eles, mas felizmente não disparou. Quando a cena foi posteriormente investigado, muito grandes pegadas incomuns (cerca de 50 cm de comprimento) foram encontradas junto com a evidência de calor entre as árvores, o que indica que pelo menos alguma coisa fora do comum aconteceu. Na realidade esse relato não difere muito dos demais abduzidos por seres que apresentam tipologia diferente.



 Porém muitos querem notoriedade, seu espaço no mundo, seu lugar ao sol, sustentam essas pseudos verdades,  afim de obterem vantagens financeiras,  na realidade são eles mesmos, instrumentos dos espíritos que por seu desconhecimento os chamam de reptilianos.



 Para finalizar esse raciocínio, verificamos que muitos pesquisadores desconhecem o mundo espiritual e sua natural influência no mundo chamado material. Desta forma, essas teorias captam algumas verdades do plano espiritual e as decodificam dentro do padrão de conhecimento de cada autor, que por vez, tentam rastrear na própria historia da humanidade elementos e fatos que por natureza semântica justifiquem sua falsas ideias. De qualquer forma não devemos descartar totalmente a existências de seres que atuam na Terra vindo de outros mundos com propósitos egoísticos de denominação das mais variadas matizes conforme nos informou Francisco Cândido Xavier, asseverando que 10% dos seres que nos visitam seriam mal intencionados.

OBS: Ver também nesse Blog: Obsessão na Bíblia ; O Lado Negro dos Ovnis ; Impérios Umbralinos

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso este artigo, dentro da doutrina espírita, perfeito!
    A partir do momento que se acredita em um Deus bondoso que controla o universo. Por mais esforços que essas entidades produzam e seja eficientes em um certo momento, no decorrer dos tempos, tais atitudes não serão mais aceitas neste planeta e seus planos voltarão a estaca zero em planetas primitivos até o dia que seus espíritos caírem em si e retornarem ao bem a caminho do criador.

    ResponderExcluir